SÃO CARLOS | Lucão defende profissionais da saúde em nome da primeira-dama Dra. Rosária Mazzini

O vereador e presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social da Câmara Municipal, Lucão Fernandes (PMDB), direcionou seu discurso na sessão desta terça-feira (9) em defesa dos profissionais da área da saúde de São Carlos. Para representar esses profissionais, Lucão enalteceu o trabalho da médica e primeira-dama do município, Rosária Mazzini.

“Quero de uma forma educada falar de uma pessoa que foi muito solícita em atender a uma solicitação da Câmara para verificar o que estava ocorrendo em uma unidade de saúde. Estou falando da médica e primeira-dama do município, a doutora Rosária Mazzini, que vem fazendo um excelente trabalho no Fundo Social de Solidariedade”, iniciou Lucão.

O vereador completou em seguida que o prefeito deveria se referir a profissionais de uma determinada categoria sempre de maneira respeitosa. “O chefe do Executivo deveria ser mais zeloso, mais cuidadoso quando vai se dirigir às pessoas, a uma determinada classe profissional… chamar parlamentares, professores… de vagabundo, de desgraçado. Isso não!”, enfatizou.

Destacou ainda que o prefeito não pode dizer que médico da rede pública atende os pacientes de qualquer maneira. “Ele deve se dirigir com respeito. E ele tem o maior exemplo disso em casa, em seu aconchego, cuidando de sua família, que é a sua esposa, doutora Rosária”, exemplificou.

CAOS 

Em visita à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Prado, Lucão e diversos vereadores constaram e afirmaram que a situação da saúde na cidade está caótica, devido à lotação da unidade, falta de medicamentos, outras unidades fechadas, entre outros problemas que os parlamentares e a população têm se deparado.

“Nós do parlamento temos cobrado para que a Prefeitura execute serviços básicos na cidade e estamos tentando auxiliar para que seja resolvido. Estamos usando o mecanismo da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), por exemplo, para fiscalizar e cobrar a Prefeitura para que ela execute o que deve ser feito, que contrate médicos, que abra as outras UPAs”, resumiu Lucão.

Na sessão da terça-feira anterior (2) a Comissão de Saúde da Câmara apresentou requerimento para a abertura de uma CPI que investigue os problemas da saúde no município.

Lucão reforça dizendo que muitos profissionais da saúde atendem a população com a atenção e cuidado necessários. “Trabalhei por muitos anos em postos de saúde e sei da dedicação de médicos e enfermeiros, que trabalham além do horário para atender a demanda de pacientes”, disse.

Deixe uma resposta