POLÍTICA | Governador Alckmin anuncia pacote de R$ 360 milhões para rodovias paulistas

O Governo do Estado de São Paulo lança um amplo pacote de obras que investirá R$ 361,7 milhões em 23 rodovias estaduais paulistas, alcançando 51 municípios e beneficiando 5,3 milhões de habitantes. A abertura de licitações e a contratação de serviços foram anunciadas nesta terça-feira, 27, no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador Geraldo Alckmin. “Estas obras vão gerar 1.360 empregos diretos. Vão melhorar a logística, ativar a economia, impulsionar o turismo, o escoamento da produção da indústria, agricultura e comércio, reduzir custos e, principalmente, os acidentes. Uma boa rodovia é uma vacina”, afirmou o governador.

O secretário de Logística e Transportes, Laurence Casagrande Lourenço, e o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Ricardo Volpi, também participaram do evento.

O investimento contemplará R$ 193,6 milhões em 11 novos contratos para obras de recuperação de rodovias, R$ 63,2 milhões para retomada de três obras com contratos suspensos, R$ 62,6 milhões em cinco obras com contratos já rescindidos e outros R$ 35 milhões para serviços de contenção de taludes e erosões, além de R$ 7,2 milhões em novos projetos rodoviários. Todo o recurso aplicado neste pacote de obras virá da arrecadação do Estado.

Os investimentos aumentarão a segurança para milhares de veículos que utilizam as rodovias, permitirão agilizar o escoamento da produção agrícola e de produtos industriais, darão novo incentivo ao turismo e, consequentemente, impulsionarão o desenvolvimento econômico.

Os contratos rescindidos que serão retomados correspondem à rodovia Oswaldo Barbosa Guisardi (SP-046), em Santo Antônio do Pinhal; dois lotes da rodovia Waldomiro Corrêa de Camargo (SP-079), entre Itu e Sorocaba; rodovia João Beira / Benevenuto Moreto (SP-095), entre Amparo e Pedreira; e rodovia Engenheiro Geraldo Mantovani (SP-360), entre Serra Negra, Lindóia e Águas de Lindóia. Os cinco contratos rescindidos terão novas licitações e os novos editais serão publicados ainda na primeira quinzena de julho. A expectativa do DER é que esta retomada seja consolidada ainda em 2017.

Reativação de obras paralisadas

As quatro obras suspensas serão continuadas com a reativação dos contratos já existentes. Para estas obras, a ordem de retomada é imediata e a expectativa é que os serviços sejam reiniciados no próximo mês. As rodovias que apresentam contratos suspensos e que serão retomados são a rodovia Benevenuto Moreto (SP-095), entre Bragança Paulista, Tuiuti, Amparo e Monte Alegre do Sul; a rodovia João Beira (SP-095) entre Pedreira e Jaguariúna; a rodovia Pedro Rodrigues Garcia (SP-249), entre Apiaí e Ribeirão Branco (SP-249).

Conservação e novos projetos

Mais da metade dos recursos investidos no Programa, aproximadamente R$ 193,6 milhões, serão destinados a 11 obras para recuperação de 336,4 quilômetros de rodovias estaduais que beneficiam 27 municípios paulistas. As rodovias Luiz de Queiroz (SP-304), Deputado Cunha Bueno (SP-253), Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), Eduardo Saigh (SP-249), Nequinho Fogaça / Empei Hiraide (SP-139), Vereador Francisco de Almeida (SP-036), Vereador Dourival da Silva Louzada (SPI-627/310), Pericles Bellini (SP-461), Antonio Cazalini (SP 352) e SPA-339/425 serão atendidas por obras de recuperação da camada asfáltica e receberão nova sinalização de solo, com faixas refletivas e tachões.

Também serão investidos outros R$ 7,2 milhões para a contratação de novos projetos executivos em importantes vias paulistas. Esta fase é primordial para a realização de boas obras, já que todo o mapeamento topográfico e geométrico, além do levantamento de pontos críticos e o mapeamento do volume de tráfego serão desenvolvidos durante a elaboração do projeto. Os projetos serão contratados para as rodovias José Edgard Carneiro dos Santos (SP-193), Rodovia Mario Donega (SP-291), SPA 552/230 (sem denominação), Rodovia Vereador José de Moraes (SPA-085/300), SPA-631/320 (sem denominação), SPI-177/342 (sem denominação) e Rodovia Antonio Villela (SP-473).

RAIO X

Investimento: R$ 361,7 milhões

Extensão total: 567,8 quilômetros

Municípios beneficiados: Americana, Santa Bárbara D’Oeste, Piracicaba, Luís Antônio, Guatapará, Pradópolis, Guariba, Gália, Garça, Vera Cruz, Marília, Itapeva, Itaberá, Registro, Sete Barras, Guarulhos, Mairiporã, Pereira Barreto, Andradina, Votuporanga, Álvares Florence, Cardoso, Itapira, Santópolis do Aguapeí, Piacatu, Gabriel Monteiro, Bragança Paulista, Tuiuti, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Jaguariúna, Apiaí, Ribeirão Branco, Santo Antônio do Pinhal, Pindamonhangaba, Itu, Sorocaba, Amparo, Serra Negra, Lindóia, Águas de Lindóia, Eldorado, Jacupiranga, Barra do Turvo, Ribeirão Preto, Dumont, Barrinha, Cabreúva, Santa Clara D’Oeste, Mogi Guaçu e Nova Luzitânia.

Benefício: Aumento na segurança viária e escoamento das produções agrícola e industrial

População beneficiada: 5.356.673 habitantes

Deixe uma resposta