POLÍTICA | Audiência Pública em São Carlos propõe a criação de políticas de fomento ao desenvolvimento

Reunião levantou possibilidades e demandas da população que serão avaliadas para o planejamento do orçamento de 2018, além de expor a necessidade de estratégias para manter a atividade econômica

Na manhã de hoje (6/7), aconteceu, em São Carlos, audiência pública promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão, sobre a Lei Orçamentaria Anual (LOA) 2018.

As sugestões apresentadas pelo economista e assessor técnico da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado de São Paulo, Maurício Hoffmann, permitiram à população identificar os programas mais adequados a cada região e que estejam alinhados com ações e políticas de desenvolvimento regional do Estado.

De acordo com Maurício, São Paulo está entre, aproximadamente, as 20 principais economias do mundo, em termos de PIB. “É preciso fazer um orçamento estratégico, pois temos grande potencial de desenvolvimento em todas as regiões, cada uma com suas características diferenciadas”, comentou Maurício.

Infraestutura, saúde e educação foram alguns dos temas abordados entre as demandas prioritárias apontadas pelos moradores da cidade e região que participaram da reunião.

Maurício Hoffmann relatou que o objetivo da audiência é captar as diferenças regionais e seus potenciais, para construir um planejamento mais próximo do cidadão.

“São Paulo tem uma economia muito diversificada e características que nos oferecem melhores condições de superarmos a crise, de maneira estratégica e planejada”, finalizou Hoffmann, que está coordenando esta série de audiências públicas em 18 regiões do Estado.

Diversos prefeitos e representantes dos municípios da região central estiveram presentes no evento. Os secretários parlamentares José Francisco Pires e Paulo Melo, representaram o deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP). O presidente da Câmara Municipal de São Carlos, Julio Cesar Pereira de Sousa, também acompanhou a audiência. 

Participação da população é fundamental

As audiências públicas ampliam o nível de transparência da atuação governamental ao garantir a participação popular no planejamento orçamentário do Estado. Essa é a oportunidade para o contribuinte apontar quais são as regiões e os programas que devem ser priorizados na elaboração da Lei Orçamentária Anual – LOA 2018.

Podem participar das audiências os cidadãos e representantes de órgãos públicos e da sociedade civil que poderão sugerir projetos que promovam o desenvolvimento social e econômico sustentável de sua região ou do Estado como um todo.

Para outras informações, acesse aqui 

Deixe uma resposta