SÃO CARLOS | Cartilhas sobre prevenção à violência sexual foram entregues as escolas municipais

 

As secretarias de Educação e Especial da Infância e da Juventude entregaram nesta quarta-feira (6), no auditório do Paço Municipal, aos diretores dos Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEIS) e das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBS), a cartilha intitulada “Pipo e Fifi”, obra que busca ajudar pais, professores, amigos e contadores a abordarem o problema da violência sexual contra crianças com uma narrativa ilustrada. Premiada pela Secretaria de Direitos Humanos é de autoria de Caroline Arcari, especialista em educação sexual pelo Centro de Sexologia de Brasília (CESEX).

“O repasse da cartilha faz parte das atividades programadas sobre as estratégias de prevenção da violência sexual contra crianças e adolescentes. Inclusive realizamos uma formação especial sobre violência sexual com o objetivo de assegurar os direitos de crianças e adolescentes. O curso foi direcionado aos educadores e professores da rede municipal de ensino e também aos profissionais da rede de proteção”, explicou Paulo Wilhelm, secretário municipal da Infância e Juventude.

“Alinhamos a linguagem como profissionais e rede de proteção e principalmente para entendermos como é possível fazer a prevenção da violência em espaços diversos e também de acordo com as diferentes profissões presentes”, explica Caroline Arcari.

A pedagoga afirma que o principal é que o profissional se reconheça nesse panorama já que 27% dos meninos e 36% das meninas até os 12 anos de idade deverão passar por essa situação.

De acordo com o secretário de Educação, tanto a formação como o material, é necessário para que os profissionais da rede saibam trabalhar essa questão e também como denunciar. “Conhecendo esses comportamentos e entendendo como providenciar a denúncia, fica mais fácil de fazermos um trabalho eficaz de enfrentamento desse tipo de violência”, afirma Nino Mengatti.

Deixe uma resposta