SÃO CARLOS | Vereador Lucão questiona quais são as prioridades do governo municipal

Mais uma vez a saúde pública foi foco do discurso do presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social da Câmara, vereador Lucão Fernandes (PMDB), na sessão do Legislativo. Nesta terça-feira (12), o parlamentar levantou a dúvida de quais são as reais prioridades do governo do prefeito Airton Garcia. “O que tem sido prioridade para este governo? Existe uma grande preocupação com a saúde pública, com a saúde dos nossos filhos e netos? Eu diria que isso tem sido feito de maneira irresponsável”, destacou Lucão.

Segundo ele, o sistema de saúde está com problemas e não existe previsão para adequar tal situação. Ao contrário, segundo o veredor, o fechamento das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e a não contratação de médicos só prorroga os prejuízos à população.

“A suspensão da forma de Recibo de Pagamento Autônomo (RPA), que era apenas um apontamento do Tribunal de Contas e o não pagamento dos médicos, principalmente, levaram a saúde pública de São Carlos ao caos”, reafirmou.

Questionou ainda os problemas na área de transporte público e na licitação para contratação da empresa que irá executar o serviço na cidade, entre outros. “Será que isso tem sido prioridade? Será que focaram e tiveram atenção com esse processo licitatório (do transporte público)? Ou será que continua sendo aquele que fica do lado do prefeito e que atrapalhou a decisão na época do RPA ou no momento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta)”, questionou Lucão.

ENTIDADES ASSISTENCIAIS 

Outra preocupação, de acordo com o vereador, é com as entidades assistenciais do município, que tiveram maus momentos por não receberem verbas, como aconteceu com o Sal da Terra e agora com o Centro Promocional de Menores Padre Teixeira. Lucão destacou ser essa também uma obrigação do Poder Executivo: cuidar das entidades, cobrar e garantir que elas executem um bom trabalho para a população. “A saúde pública é de fundamental importância, assim como as entidades e creches. Já ouvimos sobre a possibilidade de fechar algumas creches. Jamais! Esta casa não pode permitir isso!”, enfatizou.

SMU 

O vereador Lucão disse ainda ter visitado alguns espaços públicos na área da saúde e, dentre eles, destacou o Serviço Médico de Urgência (SMU) da Santa Casa. Devido ao caos em que se encontra o sistema de saúde, o serviço está sobrecarregado, oferecendo transtornos à população durante o atendimento, que muitas vezes nem chega a acontecer devido à demora. “É necessário colocar mais um plantonista no SMU para que este fique atendendo somente nas salas de urgência (“vermelha e amarela”), enquanto os outros médicos ali presentes fiquem executando o atendimento normal do SMU, atendendo a população”, sugeriu o vereador. Tal sugestão já foi protocolada como Indicação do vereador à Prefeitura.

Deixe uma resposta