INOVAÇÃO | Série documental da Oz Produtora mostra iniciativas transformadoras de Educação no Brasil

“Sementes da Educação estreia no dia 5 de maio no canal CINEBRASiLTV”; Lançamento em São Carlos no dia 3 de maio às 19 horas no Onovolab

Oz Produtora apresenta a sua nova série televisiva “Sementes da Educação, que será exibida no Canal Cine Brasil TV a partir do dia 5 de maio. São 13 episódios que documentam exemplos de escolas inovadoras e transformadoras de ensino público e gratuito em todo o território nacional. Resultado de uma extensa pesquisa que envolveu, além da equipe da produtora, um time de especialistas, professores e alunos, a série aprofunda as particularidades de iniciativas que demonstram um país em transformação, revertendo o lugar comum de pautas negativas sobre o assunto.

Sementes da Educação” revela, na sua diversidade, a potência de experiências capazes de transformar territórios e culturas, contribuindo para a formulação crítica do tema no atual contexto da vida nacional. Os exemplos abordados tratam desde o ensino fundamental até o universitário, costurados numa narrativa que valoriza o protagonismo de educadores e alunos, equilibrando, na dose certa, razão e emoção.

Os profissionais envolvidos na produção da série percorreram  vinte e sete mil quilômetros em todo o território nacional para apresentar experiências de valorização das culturas de matriz africana e indígena, iniciativas comunitárias a partir de associação de pais e educadores, escolas públicas de periferia que se tornaram oásis de paz em ambientes de violência, alfabetização de jovens e adultos fundamentada nas dinâmicas do afeto, escolas rurais integradas à comunidade e até uma Universidade que rompe com o modelo setorizado dos departamentos para investir na interdisciplinaridade. Nessa viagem pelo Brasil através da educação, a série mostra que as mudanças geram resistências, é preciso derrubar barreiras simbólicas e reais, é necessário erguer mais pontes do que muros, os verbos acolher e transformar são mais próximos do que se imagina e a construção do conhecimento é a melhor ferramenta para criar sujeitos autônomos.

O lançamento da série no auditório da FAAP, em São Paulo, no último dia 24 de maio, demonstrou o efeito multiplicador do conteúdo audiovisual destinado à temas de impacto na cidadania. O público de interessados nas relações entre comunicação e educação ocupou o auditório da Faculdade num evento em que foram exibidos um teaser e um episódio e conversas com os realizadores, fomentando um debate caloroso sobre boas práticas de educação.

O jornalista Caio Dib, do portal Caindo no Brasil, comparou a expedição da série “Sementes da Educação” a sua experiência de atravessar o Brasil de ônibus atrás de boas escolas. Raquel Franzim, do Instituto Alana – Programas de Escolas Transformadoras- falou da importância do audiovisual como ferramenta de difusão de inovações que se dão como resistência na busca de relações mais horizontais para atravessar esses tempos sombrios.

Na sequência, educadores de escolas abordadas na série, vindos de destinos distantes, como o Ceará e Paraná, fizeram um relato emocionado de suas práticas e da experiência de participar do projeto. “Somos uma escola subversiva”, disse Rafael Ribas Galvão, Diretor do Instituto Federal do Paraná. Subvertemos as temporalidades, a noção de classes e as disciplinas criando um coletivo inteligente com os 400 alunos. Elton Luz, Diretor da EEPP, Alan Pinho Tabosa, de Pentecoste Ceará, relatou a experiência que resultou nas Escolas Populares Cooperativas em várias comunidades rurais do estado. Ana Elisa Siqueira, da EMEF Desembargador Amorim Lima, em São Paulo, escolheu a palavra coragem como síntese do espirito de transformação nos métodos educativos. O público quis conhecer detalhes e fazer considerações sobre os assuntos tratados.

A oportunidade de mergulhar nas experiências trazidas pela Série “Sementes da Educação” é um convite a deslocarmos nossas certezas e preconceitos. Sem a pretensão de indicar receitas prontas e não se furtando a mostrar erros e acertos de cada iniciativa- a série resulta numa produção dialógica com capacidade de impacto fomentando a rede das práticas transformadoras em educação.

Serviço: