PREPARAÇÃO | Defesa Civil do Estado realiza em São Carlos Oficina para Operação Estiagem

 

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC/SP), em conjunto com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Policiamento Ambiental e Corpo de Bombeiros, com apoio da Prefeitura de São Carlos, realizou nesta terça-feira (16), no auditório do Paço Municipal, a Oficina Preparatória para a Operação Estiagem (OPOE).

A mesa de autoridades foi composta pelo prefeito Airton Garcia, pelo comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar de São Carlos, Tenente Coronel Alexandre Wellington de Souza, pelodiretor estadual de Defesa Civil, Tenente Coronel Anderson Lima de Oliveira, pelo coordenador regional da Defesa Civil, Amarildo Callegari, pelo diretor de Política Institucional da Secretaria de Governo de São Carlos, Samir Gardini e pelo prefeito da cidade de Cândido Rodrigues, Antônio Cláudio Falchi.

A abertura foi realizada pelo diretor estadual de Defesa Civil, Tenente Coronel Anderson Lima de Oliveira que explicou que a Oficina é uma preparação para o período de estiagem, para que os agentes da Defesa Civil estejam capacitados para trabalhar em conjunto com o Corpo de Bombeiros. “A nossa intenção também é alertar os gestores da Defesa Civil quanto à legislação e as formas de apresentar projetos para a obtenção de recursos junto ao Governo do Estado ou União em uma situação de anormalidade”.

De acordo com o comandante do 38º Batalhão da Polícia Militar de São Carlos, para não comprometer o trabalho do Corpo de Bombeiros é necessário uma Defesa Civil bem capacitada. “Essa oficina é muito importante para que os efeitos da seca sejam minimizados. Para que os estragos da seca não comprometam os demais serviços”, afirmou o Tenente Coronel Alexandre Wellington de Souza.

Samir Gardini, diretor de Política Institucional da Secretaria de Governo, garante que esse é um dos muitos cursos que devem passar por São Carlos sem nenhum custo para o município. “A nossa intenção é reestruturar a Defesa Civil, começando pela mudança de sede, formação de voluntariado e aquisição de novos veículos. Já estamos conversando com a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil no sentido de transferir novas viaturas para nós. Vale ressaltar que a Defesa Civil de São Carlos retomou esse ano o Plano de Contingência de Emergência tanto para o verão, bem como, para o período de estiagem, inclusive já vamos iniciar as audiências públicas”.

“Estamos sujeitos a ação da natureza, o que podemos fazer é nos adaptarmos as mudanças climatológicas. Muitas vezes medidas simples podem minimizar grandes desastres”, disse oprefeito Airton Garcia, agradecendo o apoio da Defesa Civil do Estado.

Só nos primeiros 15 dias de maio, o Corpo de Bombeiros de São Carlos registrou 25 chamados de fogo em terrenos. “No Brasil, apesar dos impactos do incêndio ambiental ser menor que em muitos países, aqui ainda existe o uso da técnica da queimada, o que prejudica a saúde das pessoas e o meio ambiente. Com mais materiais e pessoas treinadas, ampliamos os nossos recursos, podendo trabalhar inclusive na prevenção”, acredita Jean Gomes Pinto, comandante do Corpo de Bombeiros de São Carlos.

“Estamos chegando ao período da estiagem e com isso surgem problemas tanto na zona urbana como na rural. Nessa capacitação vamos receber informações para prever situações de risco relacionadas aos incêndios, principalmente em terrenos. A ideia é massificar essas informações nos 26 municípios que pertencem a nossa região e que estão hoje participando da oficina”, finaliza o Pedro Caballero, diretor da Defesa Civil de São Carlos.

Temas como Operação Corta-Fogo, combate ao Aedes Aegypti, Programa Município Verde Azul; aeronaves de combate a incêndios, funcionamento do kit estiagem, fiscalização de queimadas e incêndios florestais pelo Policiamento Ambiental e a importância da formação regional de brigadistas e acionamento pelo Corpo de Bombeiros também foram temas abordados na Oficina.

Os municípios receberam um Kit Estiagem contendo 5 abafadores para incêndio, 2 bombas “Costal Flexível”, 5 pares de luvas de raspa, 2 enxadões; 5 facões com bainha, 5 óculos, 2 lanternas e cantis, além do certificado.

Participaram do evento os vereadores Azuaite Martins de França, Robertinho Mori e Aleksander Fernandes Vieira (Malabim).

Deixe uma resposta